Fernanda Ezabella

Hollywood e outras viagens

Perfil Fernanda Ezabella é correspondente da Folha em Los Angeles

Perfil completo

"Soup Nazi" em caixinha

Por @ferezabella
01/01/13 21:44

O cozinheiro Al Yeganeh nunca gostou do apelido “Soup Nazi” que ganhou em rede nacional na série de Jerry Seinfeld, em 1995, e até expulsou o comediante de seu restaurante nova-iorquino com o infame bordão “No Soup For You!”.

Dezessete anos depois, um dos atores do seriado é um dos investidores que estão ajudando a marca a dar a volta por cima e chegar aos supermercados dos EUA.

Jason Alexander, o George Costanza de “Seinfeld”, passou algumas horas num supermercado de Los Angeles num sábado de dezembro, servindo sopas e entrevistando clientes para divulgar os quatro sabores da “The Original SoupMan”.

Por enquanto, não há “peru apimentado”, que George pede no seriado e é negado por reclamar da falta de pão.

“Muitas pessoas não sabem que o episódio ‘Soup Kitchen’ foi inspirado num restaurante de verdade em Nova York”, disse Alexander, 53, “errando” o nome do episódio, “Soup Nazi”, provavelmente de propósito. “Não se preocupem, nada pode dar errado aqui. Desta vez, é sopa para todo mundo.”


As caixinhas de 480g, vendidas por R$ 8 nos sabores tomate, lagosta, galinha e lentilha, trazem na embalagem o rosto pouco amigável de Al Yeganeh, um iraniano radicado nos EUA que abriu uma loja de sopas na rua 55th de Manhattan em 1984. Em pouco tempo, ficou famoso pelo esquema autoritário imposto no local para fazer funcionar as longas filas formadas na rua.

Yeganeh sempre disse que “Seinfeld” arruinou sua vida pessoal, mas ainda assim ajudou a promover seus negócios. Em 2004, ele fechou o estabelecimento para buscar parcerias e expandir seus negócios com franquias.

Um primeiro acordo fechado, que incluía até planos internacionais e centenas de lojas, faliu em poucos anos, e uma nova empresa resgatou o negócio no final de 2009. Até o começo de 2012, os dois grupos ainda brigavam na justiça por direitos da marca.


O local original reabriu em 2010, mas sem a presença de Yeganeh, que agora é conselheiro especial da empresa. Avesso à mídia, o cozinheiro continuou a fazer sucesso. O ator que o interpretou na TV, Larry Thomas, voltou a vestir-se de Soup Nazi ao lado de Jerry Seinfeld num comercial de carro durante o Super Bowl deste ano (vídeo acima).

o ator

o sopeiro

Atualmente, a marca tem dez lojas em Nova York e três em outros Estados. Tim Gannon, cofundador da rede Outback, foi contrato em junho para gerenciar os negócios.

Para a fluidez das filas, as regras continuam as mesmas, em cartazes colados em diferentes línguas, menos português: “Escolha a sopa. Tenha o dinheiro pronto. Dirija-se à extrema esquerda após fazer o pedido”.

(na foto abaixo, olha só quem foi cobaia da sopa no supermercado, servida pelo próprio George. Quer dizer, Jason!)

  • Comentários
  • Facebook

5 comentários feitos no blog

  1. Augusto dos Anjos II comentou em 04/01/13 at 2:52

    Antes de ver este episódio do Seinfeld
    lembro de ter lido sobre esse iraniano da sopa, acho que no Manhatan Connection.
    Só não entendo a fama dele de ser grosso. Dizem que todos os Novaiorquinos também o são…

  2. Anedox comentou em 02/01/13 at 14:47

    Qual a importância de um fato ocorrido nos EUdaA? E mais: envolvendo um iraniano imbecil? Ora, tenho mais o que fazer.

  3. Daniel Oliva comentou em 02/01/13 at 14:10

    Quero importar!!

  4. Side Show Bob comentou em 02/01/13 at 11:24

    É um dos melhores episódios de Seinfeld.
    NO SOUP FOR YOU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Verônica comentou em 02/01/13 at 8:20

    Jambalaia!!! :)

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Folha Shop